Pesquisar canções e/ou artistas

30 março 2010

89. Mama áfrica

Paralela à grande Mãe África responsável por significativa parte da beleza do mundo (alimentando nosso ser de força e metafísica), e, em particular, do Brasil, há uma Mama África, mais íntima: uma mãe negra e solteira que trabalha fora e cuida da casa.
Chico César traduz essa imagem-metáfora criando uma canção (embalada por um dengoso reggae) que aponta para a escravidão moderna da mulher: a permanência do discurso opressor. Ou seja, para cantar a África, Chico mira na condição contemporânea dos herdeiros da escravidão.
"Mama África", de Chico César, registrada no primeiro disco Aos vivos (1995) e também no Cuzcuz-clã (1996), festeja a dança e a força dessa mãe que, de tão cansada, pede um tempo para o filhinho carente de atenção.
"Mama precisa de paz", que rima com o jazz que ela não consegue dançar por ter calos nos pés: eis a mensagem central da canção. Ela é motor, mas não por pode aproveitar daquilo que produz. A África está cansada de amamentar, suas tetas não param de ser sugadas, basta observar o ritmo de vida de mama, ao longo da história. Só as mães são felizes? "Deve ser legal ser negão no Senegal", diz o sujeito.
O sujeito de Chico César, através de sutis referências históricas, irônicas e crueis - Casas Bahia funciona como uma flecha que leva o ouvinte a nossa Bahia de Todos os Santos -, reconstrói a imagem mítica (o ritmo de vida) da África, atualizando-a e deixando-a mais íntima das (in)certezas do ouvinte.
A relação mãe-filho aqui é cantada pelo filho: misturando pronomes - a mama desliza pelo eu, tu, ela. Mãe solteira, ela nunca quis ver a face do Deus dos sem deuses. Demasiada humana, ela só quer a paz para ver olodum dos filhinhos.

***

Mama África
(Chico César)

mama áfrica (a minha mãe)
é mãe solteira
e tem que fazer
mamadeira todo dia
além de trabalhar
como empacotadeira
nas casas bahia

mama áfrica tem tanto o que fazer
além de cuidar neném
além de fazer denguim
filhinho tem que entender
mama áfrica vai e vem
mas não se afasta de você

quando mama sai de casa
seus filhos se olodunzam
rola o maior jazz
mama tem calos nos pés
mama precisa de paz
mama não quer brincar mais
filhinho dá um tempo
é tanto contratempo
no ritmo de vida de mama

Um comentário:

Daniella disse...

Interpretação deliciosa da canção de Chico, eu concordo plenamnete com vc.