Pesquisar canções e/ou artistas

10 março 2010

69. Beijo sem

Quando Teresa Cristina convidou Marisa Monte para participar do projeto (disco e DVD) Melhor Assim (2010), pensou-se que elas cantariam um samba portelense, ou do Paulinho da Viola. Qual o que. Foi em Adriana Calcanhotto que elas encontraram a canção certa para registrar o encontro.
Aliás, Marisa Monte no disco Universo ao meu redor (2006) já havia gravado um samba de Calcanhotto: "Vai saber?". O samba até então inédito "Beijo sem", de Adriana Calcanhotto, tem semelhanças formais com o samba anterior.
"Beijo sem" é cíclico, mas as repetições têm sutis diferenças que alteram malandramente os sentidos da mensagem. Este eterno retorno em diferença reafirma posturas em novas situações do cotidiano. O ouvinte se deixa embalar e entra no estado ébrio do samba: da Lapa carioca, da orgia - síntese de tudo o que acontece fora de casa, da intimidade.
A evocação à certa nobreza perdida da Lapa é impressionante: tema melódico e palavras se unem para sentir saudade; seguir igual para mudar. Atual, pois hoje é a mulher (temos três sereias circulando nossa imaginação de ouvintes) quem vai curar a desilusão amorosa na boemia: a mulher deixa a casa e vai para a orgia: o bar descansa o lar. Sem culpas, nem dramas, ela parece dizer: "Quero ver como suporta me ver tão feliz". Afinal, "Eu não sou mais quem você deixou", diz.
O clima da melodia (destaque para o violão de Pedro Baby) resgata uma atmosfera romântica - uma pulsão de Chiquinha Gonzaga - já perdida no tempo: nos sobrados antes festivos e hoje abandonados da Lapa. Quando a noite era cenário das dores que se vertiam em som. Canção cria no ouvinte uma sensação de saudade e melancolia - sentimentos típicos do samba: tempo bom, tempo ruim.
As vozes (ora separadas, oras unidas) de Teresa Cristina e Marisa Monte completam o movimento harmônico arrebatador do conjunto. Sem dúvidas, a entrega ao prazer destas três meninas do Brasil (Adriana, Marisa e Teresa) conquista qualquer ouvinte.

***

Beijo sem

(Adriana Calcanhotto)

Eu não sou mais quem você
Deixou, amor
Vou a Lapa decotada
Bebo todas, beijo bem

Madrugada, sou da lira
Manhãzinha, de ninguém
Noite alta é meu dia
E a orgia é meu bem

Eu não sou mais quem você
Deixou de ver
Vou à Lapa decotada
Viro outras, beijo sem

Madrugada, sou da lira
Manhãzinha, de ninguém
Noite alta é meu dia
E a orgia é meu bem

Eu não sou mais quem você
Deixou, amor
Vou à Lapa decotada
Viro todas, beijo bem

Madrugada, sou da lira
Manhãzinha, de ninguém
Noite alta é meu dia
E a orgia é meu bem

Eu não sou mais quem você
Deixou de ver
Vou à Lapa decotada
Viro outras, beijo sem

Madrugada, sou da lira
Manhãzinha, de ninguém
Noite alta é meu dia
E a orgia é meu bem

Eu não sou mais
Quem?

16 comentários:

dudu disse...

Com certeza é uma séria candidata a música do ano. Bela interpretação Leonardo, não tenho nada a acrescentar, somente parabenizá-lo pelo texto.
Abçs.

Vanusa Silva disse...

Sou fã da Marisa e da Teresa tmbm. Mas moro em Ctba e não ouvi a musica ainda. alguem tem ???

bruno impar disse...

Ta tocando na MPB FM aqui no Rio... mas a musica nao vazou ainda

dadina disse...

a teresa é uma fofa...
e olha que ela carrega o nome da minha cidade, teresina.

Vanusa Silva disse...

Valeu Léo, tô bastante curiosa pra ouvir Beijo Sem. Blog Marisa Monte Marisa & Cia http://marisaecia.blogspot.com

Anônimo disse...

Sou super fã da Grandiosa Marisa Monte e quando ela canta com Teresa Cristina, sinceramente é a melhor coisa de se ouvir, é uma viagem maravilhosa, quando a gente fecha os olhos e escuta uma belíssima harmonia nas vozes esplendorosas das duas divas da nosssa música popular brasileira. Não deixando de falar que Adriana Calcanhoto realmente se supera nos sambas, Vai Saber é linda com a Marisa, beijos.

Simone disse...

Gente, foi mau, esqueci de assinar a mensagem acima, foi a empolgação, beijos.

Iracema Alencar disse...

Gostei muito de sua proposta e, sem o mesmo foco,a pesquisa acadêmica, também fico pensativa sobre as canções que ouço no carro todos os dias. Gostaria muito de compartilhar com você.
Abraço, Iracema Alencar

Leonardo Davino disse...

Seja bem vinda Iracema.
Apareça sempre.

Abraço

Ana disse...

eu adorei a musica e aqui no Rio a musica ja ta fazendo um grande sucesso na 99,7 toca sempree elas camtam meuito bem essa música.

Danielle Lima disse...

Essa música é MARAVILHOSA!
Ainda mais pra quem já beijou sem...
Muito boa descrição, parabéns!

Beijos!

Anônimo disse...

A música é linda. A Adriana Calcanhoto é demais. O melhor é a interpretação da Teresa Cristina e Marisa Monte. SHOW!!!! Dá para baixar no 4shared.

deise disse...

Adoro essa música. Belíssima!!! Mais ainda com a Marisa Monte.
E o site, ótimo. parabéns ao autor.
Deise Basso

Mariana disse...

Amei esta música, acho que quando a Adriana compôs estava encorporando Chiquinha Gonzaga,é nostalgica e nos trsnporta para os anos 30, com uma roupagem atual

angela disse...

Maravilhoso encontro de Marisa e Teresa. Seu comentário, Leonardo, é perfeito. Eu estudo canto e sou apaixonada por música.
Abçs.

ADEMAR AMANCIO disse...

me parece que a palavra orgia aí recupera o significado que tinha no passado"boêmia".