Pesquisar canções e/ou artistas

24 fevereiro 2010

55. Tranquilo

Com timbre delicado, limpo e contemporâneo (sem afetações) Bebel Gilberto é hoje dona de uma das vozes mais prazeirosas de se ouvir. Ela tem algo terno que torna a sua voz empática aos ouvidos, conseguindo certa intimidade com o ouvinte.
Sempre em tons baixos, valorizando sua extensão vocal, Bebel não quer lutar com os instrumentos. Ao contrário, investe naquilo que eles podem oferecer para melhor compor seu gesto cancional.
Não bastasse isso, seu repertório aponta para alguém que se preocupa com o que vai apresentar ao público. A canção "Tranquilo", de Kassin, por exemplo, com sua sonoridade latina e tropical, parece ter sido feita para a voz de Bebel. Seja pela atitude desacelerada da melodia, que ajuda à voz da cantora, seja pela positividade da letra.
A canção já fazia parte do repertório de Kassin, quando Bebel a gravou em Momento (2007). Além desse feliz encontro entre Bebel e Kassin, o acompanhamento luxuoso da Orquestra Imperial, com o uso suave da percussão e um trombone na medida certa, consegue a leveza exata que a mensagem da canção quer transmitir. Instrumentos de sopro dão um tom aerado que, no caso, a letra pede.
Gravada em estúdio, mas com o clima de ao vivo (há palmas no final), "Tranquilo" é um banho de cheiro energético e revigorante contra os males que cercam o indivíduo; é um passe espiritual; é um mantra de confiança; é um mergulho no mar do Caribe.
Crente e supersticioso, o sujeito figurativiza o brasileiro: "Jesus de Nazaré e os tambores do candomblé; vestido com as roupas e as armas de Jorge.

***

Tranquilo
(Kassin)

Tranquilo
Levo a vida tranquilo
Não tenho medo do mundo
Não tenho medo do mundo
Não vou me preocupar
Não vou me preocupar

Tranquilo
Levo a vida tranquilo
Não tenho medo da morte
Não tenho medo da morte
Não vou me preocupar
Não vou me preocupar

Que passe por mim a doença
Que passe por mim a pobreza
Que passe por mim a maldade, a mentira e a falta de crença
Que passe por mim olho grande
Que passe por mim a má sorte
Que passe por mim a inveja, a discórdia e a ignorância

Tranquilo
Levo a vida tranquilo

Que me passe
A doença que me passe
A pobreza que me passe
A maldade que me passe
Que me passe
Olho grande que me passe
A má sorte que me passe
A inveja que me passe
A tristeza da guerra

3 comentários:

Mara Beatriz disse...

Adorei seu blog, menino!

Jeff. disse...

Ouvir Bebel é bom d+ Leo! Ótimo post! ;)

Veruza disse...

essa música 'tranquila' é um banho revigorante como vc disse.Divulgue na voz de thalma de freitas.