Pesquisar canções e/ou artistas

21 dezembro 2010

355. Sociedade alternativa

Para Cleber Henrique

Os vivas cantados por Raul Seixas à sociedade alternativa no disco Gita (1974) incendiaram imaginações e despertaram novos impulsos de vida. Atraído pelas ideias de Aleister Crowley, Raul cantou o "faze o que tu queres há de ser tudo da Lei". Aliás, a tal "Lei" citada na letra é uma referência ao livro The book of the law, de Crowley.
Utópica, a sociedade alternativa pregava o direito de ser ateu ou de ter fé: idealizava a liberdade como potência máxima e direito "de ter riso de prazer, e até direito de deixar, Jesus Sofrer".
Algo místico-filosófica, é difícil definir a Sociedade Alternativa; interpretá-la; e até canta-la. Raul tomou para si a tarefa de dá-lhe vivas; de espalhar o desejo por uma sociedade em que cada indivíduo pudesse encontrar um caminho, desenvolvido pela energia interior, além daquele oferecido pela sociedade "oficial".
Segundo Raul, no vídeo Raul Seixas também é documento, "(...) se você não está na Sociedade Alternativa, a Sociedade Alternativa sempre esteve dentro de você", apontando o caráter do voluntarismo individual para que a Sociedade se concretize.
Em tal sociedade o conhecimento é livre: de todo mundo e de ninguém. O que desestabilizaria hierarquias historicamente construídas para a centralização do poder. Raul, sua persona, punha em crise tais poderes; sonhador, ele criava mundos alternativos onde senhor e escravo davam as mãos: "todo homem e toda mulher é uma estrela" - gente viva brilhando.
No fundo, vale a pena continuar sonhando com isso, menos com palavras e mais com atitudes, como Raul fez, aliás, é este o sonho que nos move: a promessa de tempo e de espaço livres para a criação da felicidade diante do simples fato de caminharmos sobre a terra. E viva viva qualquer coisa que nos faça humanos! Ou não?

***
Sociedade alternativa
(Paulo Coelho / Raul Seixas)

Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa
(Viva! Viva!)
Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa
(Viva o Novo Eon!)
Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa
(Viva! Viva! Viva!)
Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa

Se eu quero e você quer
Tomar banho de chapéu
Ou esperar Papai Noel
Ou discutir Carlos Gardel
Então vá
Faz o que tu queres
Pois é tudo
Da Lei, da Lei
Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa

"- Faz o que tu queres
Há de ser tudo da Lei"
Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa
"- Todo homem, toda mulher
É uma estrela"
Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa
(Viva! Viva!)
Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa

"- O número 666
Chama-se Aleister Crowley"
Viva! Viva!
Viva! a Sociedade Alternativa
"- Faz o que tu queres
Há de ser tudo da lei"
Viva! Viva!
Viva! a Sociedade Alternativa
"- A Lei de Thelema"
Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa
"- A Lei do forte
Essa é a nossa lei
E a alegria do mundo"
Viva! Viva!
Viva a Sociedade Alternativa
(Viva! Viva! Viva!)

Um comentário:

Palavras em Movimento disse...

Seu blog é de uma criatividade tremenda, meus parabéns!

Interpretar Raulzito não é pra qualquer um, e suas palavras expressam o ponto chave da Sociedade Alternativa: cada indivíduo buscar suas próprias verdades através dos ensinamentos da vida "oficial".
Seu texto é recheados de palavras chaves, que nos fazem questionar... eu gosto de textos assim.